16 de janeiro de 2010

Se todo amor acaba, por onde anda o fim do meu...


Não saber o que faço
Com todo o amor
Que há em mim
Para o outro
Onde pousá-lo
Ou como
Fazê-lo esvair-se
Consome o desejo
Que eu tinha
De amar assim
Sem medida
Porque amar sozinha
É de uma tristeza invencível...
.
Lai Paiva
.
.

Gotas de Luar - Marisa Monte

.

"Se eu pudesse roubar
as gotas de luar
que vi brilhar
nos olhos teus

guardava aquele encanto
para enfeitar meu pranto
na hora do adeus
Sei que muito breve
tu irás me esquecer

eu sei que vou sofrer
por culpa da minha paixão
eu devia te deixar
mas vou continuar
para castigar
meu pobre coração"

9 comentários:

  1. Pois é minha querida amiga... não está fácil não.
    Tô passando por uma fase complicada.

    ResponderExcluir
  2. Realmente Lai amar sozinha é de uma tristeza invencível. Por isso antes de amar alguém temos que nos amar primeiro, sem esquecer de nossas necessidades... O tempo é o melhor remédio para curar qualquer ferida.
    Qualquer coisa estou por aqui.

    Bj

    ResponderExcluir
  3. Ah não podia deixar de comentar, esta música de Marisa Monte é perfeita! Segue abaixo mais uma letra, para refletir...



    Retrato em Branco e Preto

    Ana Carolina

    Composição: Tom Jobim e Chico Buarque

    Já conheço os passos dessa estrada
    Sei que não vai dar em nada
    Seus segredos, sei de cor
    Já conheço as pedras do caminho
    E sei também que ali, sozinho
    Eu vou ficar tanto pior
    O que é que eu posso contra o encanto
    Desse amor que eu nego tanto, evito tanto
    E que no entanto volta sempre a enfeitiçar
    Com seus mesmos tristes velhos fatos
    Que, num álbum de retratos, eu teimo em colecionar
    Lá vou eu de novo, feito um tolo
    Procurar o desconsolo
    Que eu cansei de conhecer
    Novos dias tristes,
    Noites claras, versos, cartas
    Minha cara, ainda volto a lhe escrever
    Pra lhe dizer que isso é pecado
    Eu trago o peito tão marcado
    De lembranças do passado
    E você sabe a razão
    Vou colecionar mais um soneto
    Outro retrato em branco e preto
    A maltratar meu coração

    ResponderExcluir
  4. Que bonito ficou o seu poema com essa imagem! Muito fofa essa arte!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Eu também Ricardo, querido... = ( Bj

    ResponderExcluir
  6. Não acaba.
    Consome, some e afoga.
    Mas não acaba.

    ResponderExcluir
  7. É Tiago, tenho a sensação de que não acaba mesmo...

    ResponderExcluir