17 de janeiro de 2010

Ah, essa tristeza que não se separa de mim...


Amo tanto
Calada, quieta
Apaixono-me mais
A cada nova manhã
Como se ainda o tivesse comigo
Me arrumo e espero por ele
Mesmo sabendo que não virá
E posso ainda sentir os seus beijos
Tamanha é minha vontade
Posso sentir a presença
Tamanha é minha lembrança
Mas essa saudade tão grande
Saudade que nasce e não morre
Me põe numa tristeza sem fim...
.
Lai Paiva


"...Hoje eu preciso ouvir qualquer palavra tua
Qualquer frase exagerada que me faça sentir alegria...
Em estar viva..."
.
(Só Hoje - Jota Quest)

7 comentários:

  1. Bom dia. Adorei o Blog e sua forma de se expressar. Da uma passada no meu blog e comenta la http://vitinhobinho.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. amar tanto pode ser ruim ,pode ser angustiante ,mas nunca devemos nos arrempender de amar.

    ResponderExcluir
  3. Lai, minha amiga, muito obrigado.
    Do fundo do meu coração não desejo que você sinta isso, mas isso me prova o quanto é normal e comum sofrer por amor.

    É bom, confortante, sua compreeção e atenção.
    Muito obrigado por compartilhar isso comigo.

    ResponderExcluir
  4. Vitinho, obrigada pela visita. Passei pelo seu espaço também.


    Mateus, não me arrependo. Eu não saberia viver sem amar, só lamento amar sozinha...

    ResponderExcluir
  5. É normal e comum sim, Ricardo, mas a gente nunca espera que aconteça com a gente né? Bjs

    ResponderExcluir
  6. Perdi alguém que amava há sete anos. Ah... eu sei o quanto dói...

    ResponderExcluir
  7. Quem é vc "anônimo" que também compartilha do pesar de perder alguém?

    ResponderExcluir