30 de julho de 2012

Como Chuva



Leve-se pra longe
Leve-me esquecida
Esqueça-se de sentir
Esqueça-me aqui
Veja-se unicamente
Veja-me cegamente
Cale-se urgente
Cale-me pra sempre
Acabe-se pro amar
Acabe-me ao olhar
Finja-se não existir
Finja-me se esvair
Minta-se que passou
Minta-me que passei
Saiba-se livre de tudo
Saiba-me atada à nada
E quem sabe a vida
Nos impeça de morrer sem nós...

Lai Paiva


Um comentário:

  1. Lai, simplesmente lindo! Parabéns!Bjs Cira.

    ResponderExcluir