29 de maio de 2012

Acróstico Meu


E por não sentir menos o que sinto mais
L onge de mim seria o viver melhor
A nulando os instantes vãos dos instantes meus
I ndo embora sempre que eu chegasse só
N unca indo junto dos meus devaneios
E u seria outras e não dessas que só se esvaem

2 comentários:

  1. Oi Lai, gostei muito da sua poesia, parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Oi Lai, também sou poeta, gostei muito da sua poesia. Parabéns!

    ResponderExcluir