23 de agosto de 2010

Diz-me... É só o que quero ouvir de ti!


(Chagall)

Diz-me que serão minhas
Sempre, pra sempre
As delícias em te sentir
Os prazeres em te olhar
Diz-me que estarás aqui
Bem aqui dentro de mim
Por tantos quanto forem
Todos os instantes meus
Diz-me que serão eternos
O querer e o sentir
O amar e o viver
Que é só o que quero ouvir
De ti, só de ti, meu amor...
.
Lai Paiva

4 comentários:

  1. Diz.a.sombro de dizer-te tanto... belíssimo!!! ;)

    ResponderExcluir
  2. Passagem pelo blog e leitura dos seus poemas quase uma obrigação. Muito lindo!!! bjs

    ResponderExcluir
  3. Francisco, sempre bom ter minha escrita apreciada por vc. Bj

    Herculano, obrigada pela visita. Volte sempre = )

    May minha querida, é sempre um presente ter vc por aqui!!! Beijo.

    ResponderExcluir